terça-feira, 27 de novembro de 2012

+ Cortes



Seguro de saúde do marido - cancelado (tem outro seguro pelo emprego e não se justificava a acumulação).
Meu seguro de saúde - reduzido (agora tenho ADSE). Só não cancelei também o meu por preocupação com a questão da possível gravidez, parto e consultas que acompanham esse processo todo. Parecendo que não são quase 900€/ano que poupámos, de uma assentada só.
Ando com medo do próximo ano... temos que cortar onde podemos. Este era um dos «luxos» em que podíamos cortar sem grade impacto na qualidade de vida, até porque temos outras alternativas.

Digam-me de vossa justiça - o que andam a cortar, em termos de despesas fixas?
Por aqui renegociámos o contrato de eletricidade e gás, e agora cortámos significativamente no seguro de saúde. No próximo mês termina novamente o período de carência da tv - telefone - internet e vou ver se conseguimos algum desconto - o ano passado tivemos sorte por isso tenho esperança que possamos renegociar o contrato com vantagem. Como estas são despesas mensais, qualquer poupança multiplica por 12, e ao longo do ano, acredito que fará diferença.

4 comentários:

  1. Nós já não sabemos para onde nos virar =S

    Boa sorte, espero que corra tudo bem

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito... chega um ponto em que já se cortou no que se podia cortar... Vamos todas partilhando as nossas ideias pessoais, na esperança de conseguir ser úteis a mais alguém. Boa sorte.

      Eliminar
  2. Já te inscreveste como participante na árvore de natal da blogosfera? Só tens até dia 30! :)
    http://arvore-natal-blogosfera.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela dica. Vou tratar disso. Beijinho

      Eliminar

Os comentários ajudam a alimentar este blogue. Obrigada por partilhar as suas opiniões.