sexta-feira, 23 de maio de 2014

Hoje

tive consulta de infertilidade no hospital público. Finalmente, temos uma perspetiva de tratamento próxima. No fim do próximo mês começo com a medicação, para em julho fazer a priemeira inseminação intrauterina.

Estou que nem sei bem o que sentir.
Estou feliz, claro, com a perspetiva. Estou com esperança. Estou com medo dessa esperança. Estou a sentir que isto tudo torna a infertilidade e o facto de não se resolver sozinha ainda mais real. Estou uma confusão... a passar das lágrimas ao sorriso parvo em segundos, e vice versa.
Agora há uma data pela qual esperar.

4 comentários:

  1. Estou mesmo mesmo a torcer por ti. Também, da minha primeira filha, vivi o problema. Mas da segunda foi sem eu dar conta. É preciso ter fé.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Flor! É sempre bom saber de casos de sucesso. Às vezes parece impossível... é bom saber que para muitas pessoas que passam pelo mesmo existe um final feliz!

      Eliminar
  2. Muita fé, muita esperança e muita tranquilidade - não é fácil, mas é possível. Vão conseguir, eu sei que sim. Força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Brown. É preciso manter a esperança :)

      Eliminar

Os comentários ajudam a alimentar este blogue. Obrigada por partilhar as suas opiniões.