quarta-feira, 20 de junho de 2012

20. As minhas leituras de verão



Sempre foram imensas. Pilhas de livros.
Um ano foi o Sherlock Holmes completo.
Noutro, os cem anos de solidão.
Lembro-me de ter lido o meu primeiro livro de Kundera na casa da família, umas férias, e desejar chegar ao fim, ao mesmo tempo que desejava nunca terminar.
Ficavam as lombadas cheias de areia, como recordação, e as manchas de protetor solar (aquele nívea ainda muito pegajoso, lembram-se) nas margens.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Também acho! É das coisas melhores para se fazer nas férias. Um beijinho*

      Eliminar

Os comentários ajudam a alimentar este blogue. Obrigada por partilhar as suas opiniões.